Buscar
  • BDB Cultural

“Quinta sonora” recebe Agilson Alcântara na BDB Cultural


  • Compositor apresenta criações próprias que vão do choro ou frevo em uma mesma música ao lado do flautista Márcio Bezerra, dia 27, às 19h

FOTO: Agilson Acântara - Lucas Rezende/BDB Cultural


Agilson Alcântara será o primeiro artista a participar de duas programações diferentes da BDB Cultural. Em março, pelo “BDB é Show!”, ele foi instrumentista e diretor musical da apresentação do grupo 3nobrega, um dos maiores sucessos da programação naquele mês. Sua presença, porém, foi pouco notada pela câmera: ficou ao fundo. Agora, ele retorna às estantes da Biblioteca Demonstrativa do Brasil (BDB) pra ocupar o centro do cenário, em um “Quinta sonora”. A apresentação passeia por suas composições próprias em que o violão e a flauta são protagonistas de uma miríade de sons que vai do choro ao frevo. A transmissão da apresentação será realizada em 27 de maio, às 19h, nas redes sociais da iniciativa.

O músico garante que se sente confortável tanto como a estrela da noite como sendo um acompanhante. “Não é muito diferente para mim. Não tem nada de incômodo estar na lateral do palco, é um trabalho fundamental para o todo e o conjunto é que tem que ser satisfatório. O que importa é saber que há um resultado completo. Sinto-me parte daquilo que está sendo executado, até por ser muitas vezes o diretor musical, que organiza e ajuda a colocar para funcionar aquele grupo de artistas. No final, é sempre um trabalho em grupo”, diz.


Para a apresentação do “Quinta Sonora”, Agilson Alcântara apresenta quatro composições próprias e uma versão instrumental de “Carinhoso”, composição de Pixinguinha e de João de Barros, com um “arranjo que se afasta do choro tradicional”, diz. “Minha apresentação não tem uma cara específica, é uma costura harmônica que convida quem ouve a só curtir, mas, claro, há muito trabalho envolvido, muita história nas obras que apresentamos. Uma das músicas, por exemplo, é ‘Lembrando Guinga’, que ao lado de Villa Lobos e de Tom Jobim é um dos maiores compositores do Brasil. Essa música é um choro e é um frevo ao mesmo tempo, prestando uma homenagem ao processo composicional dele e que não tem um estilo só. É Guinga”, completa.


FOTO: Agilson Acântara e Márcio Bezerra - Lucas Rezende/BDB Cultural


No show, Agilson Alcântara estará

acompanhado do flautista e clarinetista Márcio Bezerra. “As composições são minhas, mas participação dele é importantíssima. Minhas composições requerem um acompanhamento, quando eu componho eu não penso só no violão, que é meu instrumento. Eu penso em como esse som pode chegar melhor a quem for ouvir”, conclui. Para conferir o resultado final, será preciso acompanhar essa sonora estreia no Facebook ou no Youtube da BDB Cultural a partir do dia 27, às 19h.

Sobre a BDB Cultural

A BDB Cultural é uma iniciativa do governo federal, por meio da Secretaria Especial de Cultura, do Ministério do Turismo, em parceria com a Biblioteca Demonstrativa do Brasil Maria da Conceição Moreira Salles (BDB) e, por meio de um termo de colaboração, com a organização social Voar Arte para a Infância e Juventude. A agenda que o projeto executará na BDB segue até março de 2022.

“Com a BDB Cultural, vamos renovar a prática de ser uma referência a outras bibliotecas do país para que elas possam abrir suas asas para voos mais altos e dar vida aos seus espaços”, diz o coordenador-geral da BDB Cultural, Marcos Linhares.

Para saber mais sobre os próximos cursos e eventos oferecidos, acompanhe as novidades da BDB Cultural no Youtube (https://www.youtube.com/c/BDBCultural), no Facebook (https://www.facebook.com/bdbcultural), Instagram (https://www.instagram.com/bdbcultural/) e no site www.bdbcultural.com.br da iniciativa.

Sobre Agilson Alcântara


FOTO: Agilson Alcântara - Camila Albuquerque/Divulgação


Agilson Alcântara é violonista, arranjador e diretor musical. É, também, professor de violão desde 1995, tendo sido professor no Sesi e na Escola de Música de Brasília (EMB). É integrante da orquestra de Violões de Brasília, desde 1997, onde gravou dois CDs. Foi instrumentista em discos de Sandra Duailibe, Nilson Lima e Salomão di Pádua, cantores radicados em Brasília que são parceiros de décadas do músico. Desde 2013, é arranjador, diretor musical e violonista/guitarrista, do projeto SESC Seresta, que é realizado em Brasília.

Serviço:

BDB Cultural – Maio de 2021

"Quinta sonora” com o violonista e compositor Agilson Alcântara.

27/05 - Transmissão no Youtube e no Facebook da BDB Cultural, às 19h.

Outras informações:

Site www.bdbcultural.com.br

Facebook.com/bdbcultural

Instagram - @bdbcultural

14 visualizações0 comentário