Buscar
  • BDB Cultural

Oficina formará auxiliares de biblioteca mais atualizados e abertos

Atualizado: Jun 21


  • Curso será apresentado em três dias, de 28 a 30 de junho, às 19h, exclusivamente para inscritos

  • Atividade, que terá certificados e será gratuita, será ministrada por Cleide Soares, que já implementou mais de 10 mil pontos de leitura no país



FOTO: Cleide Soares - Fabrício Veloso/Acervo Pessoal

Para ajudar a transformar a biblioteca num elo real entre os livros e os usuários é que a bibliotecária e gestora cultural Cleide Soares comandará a “Oficina formativa de auxiliares de biblioteca” na BDB Cultural entre os dias 28 e 30 de junho, sempre às 19h. Se a instituição é a ponte para o conhecimento, os auxiliares de biblioteca serão os guias que auxiliam nessa travessia, ou, como diz Cleide “que os profissionais sejam agentes da transformação da biblioteca em um espaço efetivamente acessível e agradável”. Esta ação é exclusiva para inscritos, mas não haverá limite de vagas preestabelecido, tendo em vista a alta demanda por formações específicas nessa área em todo o país.

A oficina é gratuita, com 6h de duração e livre para todos os públicos, mas foi especialmente pensada para profissionais que já atuam em bibliotecas, ou que pretendem atuar, com ou sem formação na área. O curso será ofertado usando a plataforma virtual Zoom. As inscrições são online e ficam abertas até a segunda-feira, 28 de junho. A seleção será por ordem de preenchimento do formulário disponível no link https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZwudeCtpjwiHNfdDDTpnT0yXaIQq401cANW . Não há limites de vagas para a oficina, no dia 20 de junho já havia mais de mil interessados e todos que acompanharem a programação e responderem o questionário ao final das transmissões terão um certificado de participação gratuito emitido.


Cleide Soares é uma especialista em formação de agentes e espaços de leitura no país e no exterior. Ela já atuou na formação de mais de 20 mil auxiliares de biblioteca e está prestes a ministrar um curso gratuito para estes profissionais dentro da BDB Cultural. Ela não é, porém, a mulher com aspecto sisudo e inacessível que muitas vezes esse status poderia fazer antever, ao contrário: fala com bom humor, simpatia e diálogo, exatamente como gostaria que todos os auxiliares de biblioteca fossem reconhecidos.


Um exemplo. Perguntamos “Não te parece que os funcionários de bibliotecas às vezes se preocupam mais em resguardar os livros que em aproximá-los do público?”. A primeira resposta dela foi uma risada longa. Ao que completou: “Sim, eu acho. Eu já visitei bibliotecas belíssimas, com livros muito bem cuidados, mas que não tinham uma cadeira ou mesa para o usuário. Acredita? Nem era uma biblioteca de acervo raro, era só um reflexo dessa imagem que estamos tentando mudar. Bibliotecas não são lugares apenas guardiões de livros, são lugares para pessoas que buscam conhecimento, informação, interação e entretenimento”.


"Temos muitos espaços de leitura que têm acervo pequeno, espaço curto e improvisado e, mesmo assim, podem torna-se um diferencial na vida de seus frequentadores, da sua comunidade e da sua instituição, bastando reforçar a importância do elemento humano”, diz.


Uma oficina para atualizar modelos

A “Oficina formativa de auxiliares de biblioteca” é um evento chave para confirmar a vocação da Demonstrativa como referência para a inovação entre os espaços de leitura do país. “Vamos trabalhar do ponto de vista técnico, mas com uma linguagem bastante simples, para receber a demanda de interessados com diferentes realidades sociais: quem já é da área, quem chegou agora, apresentar de forma simples e eficaz as formas de manter uma biblioteca organizada e ativa na comunidade”, completa Cleide.


“Conheço uns 4 mil municípios brasileiros, viajei pelo país e conheci bibliotecas e comunidades com distintas características. Encontramos muitos espaços com livros meio desgastados, que não são atrativos para a leitura. É preciso transformar a biblioteca em um ambiente acolhedor. Essa é a palavra-chave para uma biblioteca, não é o silêncio. A gente precisa estudar o interesse dos usuários, identificar as potencialidades do lugar e onde o conhecimento pode fazer a diferença naquela realidade. Se estamos em uma biblioteca de uma região rural, por exemplo, o que primeiro devemos ter em nosso acervo são cartilhas e materiais que ajudem na produção da comunidade”, conclui ela.

Sobre a BDB Cultural

A BDB Cultural é uma iniciativa do governo federal, por meio da Secretaria Especial de Cultura, do Ministério do Turismo, em parceria com a Biblioteca Demonstrativa do Brasil Maria da Conceição Moreira Salles (BDB) e, por meio de um termo de colaboração, com a organização social Voar Arte para a Infância e Juventude. A agenda que o projeto executará na BDB segue até março de 2022.


“Com a BDB Cultural, vamos renovar a prática de ser uma referência a outras bibliotecas do país para que elas possam abrir suas asas para voos mais altos e dar vida aos seus espaços”, diz o coordenador-geral da BDB Cultural, Marcos Linhares.


Para saber mais sobre os próximos cursos e eventos oferecidos, acompanhe as novidades da BDB Cultural no Youtube (https://www.youtube.com/c/BDBCultural), no Facebook (https://www.facebook.com/bdbcultural), Instagram (https://www.instagram.com/bdbcultural/) e no site www.bdbcultural.com.br da iniciativa.

Sobre Cleide Soares

Cleide Soares é bibliotecária, com pós-graduação nas áreas de Ciência da Informação, Gestão Cultural e Memória Cultural. Foi responsável pela implantação de mais de 10 mil bibliotecas públicas e comunitárias e pela formação de mais de 20 mil auxiliares de bibliotecas e agentes de leitura no Brasil e no exterior. Foi coordenadora da Rede de Bibliotecas Públicas do Distrito Federal, coordenadora nacional do Programa de Bibliotecas Rurais Arca das Letras, coordenadora-geral de Leitura da Fundação Biblioteca Nacional. É Conselheira Regional de Cultura no Distrito Federal, chefe da Biblioteca da Câmara Legislativa do Distrito Federal e coordenadora do coletivo Grito do Livro: Leia Mais!

Serviço:

BDB Cultural – Junho de 2021

"Oficina de formação de auxiliares de biblioteca” com Cleide Soares.

Inscrições abertas até 28 de junho, segunda-feira pelo link: https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZwudeCtpjwiHNfdDDTpnT0yXaIQq401cANW

28, 29 e 30/06 - Aula exclusiva para inscritos, transmitida por Zoom, às 19h.

Outras informações:

Site www.bdbcultural.com.br

Facebook.com/bdbcultural

Instagram - @bdbcultural

2,251 visualizações1 comentário