Buscar
  • BDB Cultural

Oficina busca formar bons contadores de histórias


  • Ângela Barcellos Café, uma das maiores especialistas do país em contação de histórias, ministra oficina sobre o ofício


FOTO: Ângela Barcellos Café - Acervo pessoal

Em um mundo com crianças diante de tantas telas e estímulos eletrônicos, é impressionante o poder de encantamento que uma contação de histórias ainda tem. “Ela abre o mundo das possibilidades, do imaginário. Para quem só conhece o preto e o branco, o máximo a que se pode chegar é ao cinza. A contação de histórias colore a mente, dá espaço para a magia”, afirma Ângela Barcellos Café, uma das maiores especialistas do país em contação de histórias, tema que ela leciona na UnB (Universidade de Brasília).


Mas para conseguir o encantar com uma história, um contador deve se preparar, conhecer técnicas e aprender a transmitir a magia pelo seu corpo. Para ajudar a formar esses bons feiticeiros de palavras, a BDB Cultural realiza uma oficina de contação de histórias com Ângela entre os dias 11 e 14 de outubro de 2021, sempre das 19h às 21h.


A oficina é gratuita, com 6h de duração é livre para todos os públicos e será ofertada usando a plataforma virtual Zoom. As inscrições são online e ficam abertas até 10 de outubro, domingo, mediante preenchimento do formulário disponível no link https://www.sympla.com.br/oficina-de-contacao-de-historias-com-angela-barcelos-cafe__1358791. Para participar você precisa ter o aplicativo Zoom instalado no celular ou no computador e, claro, acesso à internet. Haverá certificado gratuito para quem participar dos três dias de atividade.

Tripé da oficina

Para cada dia de oficina, Ângela vai debater um dos aspectos macro de seu método: presença, escolha e técnica. “A presença diz respeito a contar com. O contador não conta para, ele conta com o público. A participação do ouvinte contribui, dá sentido e significado à apresentação. A escuta é um dos fundamentos da contação e também o trabalho da memória, do imaginário e da emoção, não só do público, mas do próprio contador”, resume ela o tema da estreia.


Nos outros dois dias de oficina ela se dedica aos temas restantes. “Há a escolha, o planejamento da história. O que se conta, para quem, porquê, qual o meu objetivo, quem é o público, qual o repertorio... Todas essas dúvidas passam por aqui. Finalmente chegamos a técnica, que é uma etapa bastante subjetiva, mas que envolve sempre oralidade, corporeidade e ritmo. Os acessórios vêm depois. O bom contador de histórias precisa ter a história em si antes de reparti-la”, conclui a professora.

Sobre a BDB Cultural

A BDB Cultural é uma iniciativa do governo federal, por meio da Secretaria Especial de Cultura, do Ministério do Turismo, em parceria com a Biblioteca Demonstrativa do Brasil Maria da Conceição Moreira Salles (BDB) e, por meio de um termo de colaboração, com a organização social Voar Arte para a Infância e Juventude. A agenda que o projeto executará na BDB segue até março de 2022.

“Com a BDB Cultural, vamos renovar a prática de ser uma referência a outras bibliotecas do país para que elas possam abrir suas asas para voos mais altos e dar vida aos seus espaços”, diz o coordenador-geral da BDB Cultural, Marcos Linhares.

Para saber mais sobre os próximos cursos e eventos oferecidos, acompanhe as novidades da BDB Cultural no Youtube (https://www.youtube.com/c/BDBCultural), no Facebook (https://www.facebook.com/bdbcultural), Instagram (https://www.instagram.com/bdbcultural/) e no site www.bdbcultural.com.br da iniciativa.

Sobre Ângela Barcellos Café

Ângela Barcellos Café é contadora de histórias e professora. Graduada em Educação Física pela Universidade Estadual de Goiás - UEG; especialista em Metodologia do Ensino Superior pela Universidade Federal de Goiás – UFG; Mestra em Estudos do Lazer pela Universidade de Campinas – Unicamp; Doutora em Artes, pelo Instituto de Artes na Universidade de Brasília (IDA pós UnB); Foi Professora da Universidade Federal de Goiás (UFG) desde 1992, no Colégio de Aplicação e na Escola de Música e Artes Cênicas (EMAC/FG), no curso de licenciatura em Artes Cênicas, de 2001 à 2016, onde coordenou pesquisas sobre: Cultura Popular, Contadores de Histórias, jogos e brincadeiras infantis, pedagogias ou metodologias para o ensino de arte no ensino básico. Atualmente é professora na UnB, no Instituto de Artes, desde abril de 2016. Criou e coordena o projeto de Extensão: Vou te Contar! Contadores e Histórias..., que está em seu sexto ano, variando a cada semestre suas atividades, sempre aberto à comunidade. Sigam o Instagram @Cirandabrincante.

Serviço:

BDB Cultural – Outubro de 2021

Oficina de contação de histórias com Ângela Barcellos Café.

11, 12 e 14/10 - Aula exclusiva para inscritos, transmitida por Zoom, às 19h.

Outras informações:

Site www.bdbcultural.com.br

Facebook.com/bdbcultural

Instagram - @bdbcultural

111 visualizações0 comentário