top of page
Buscar
  • Foto do escritorBDB Cultural

Filmes sobre a história nacional em cartaz na BDB Cultural


  • Sessão dupla será realizada no dia 18, às 13h, e abre as comemorações do aniversário de 52 anos da BDB



FOTO: Reprodução de cena de "Memória da independência"

Em 20 de novembro, a Biblioteca Demonstrativa do Brasil Maria da Conceição Moreira Salles (BDB) celebra seus 52 anos. A história da instituição, um dos primeiros lugares de leitura de Brasília, pode ser conhecida no site especial https://www.bdbcultural.com.br/bdb-50-anos-de-hist%C3%B3ria . Para comemorar a data, a BDB Cultural preparou uma agenda especial para o dia 18 que concentrará quatro atividades, a primeira delas é a exibição de uma sessão dupla de filmes no “Cine BDB”, às 13h.


A atividade, inclusive, faz alusão a outras datas importantes do país, o aniversário da Proclamação da República, feriado celebrado no dia 15, e o bicentenário da Independência do Brasil, celebrado este ano. Por isso, o “Cine BDB” de novembro terá filmes que tem como tema a história nacional: "Memória da Independência - Exposição piloto” (1972) e “O Brasil de Pedro a Pedro" (1972). Enquanto o primeiro adota um tom burocrático, o segundo usa a poesia do teatro de marionetes para criar humor e narra toda a história do Império do Brasil em menos de 10 minutos.



FOTO: Reprodução de cena de "O Brasil de Pedro a Pedro"


“Memória da Independência” é um filme originalmente colorido, mas que se encontra em cópias mais facilmente em preto e branco. Com roteiro e direção de Alexandre Eulálio, o filme apresenta obras e peças que eram expostas, documentos e reconstruções de cenários do período da Independência que foi feita no Museu Nacional de Belas Artes no Rio de Janeiro.


Já “O Brasil de Pedro a Pedro”, de Fernando Coni Campos, é um registro peculiar de uma apresentação de teatro de bonecos feita no MASP, em São Paulo, justamente no ano de 1972. Criada pela arte-educadora Suzana Rodrigues, a obra é muito diferente do caráter oficialesco de “Memória da independência” e apresenta um tom crítico que bateu o recorde de visitações que o MASP tinha até então com o tom irônico do texto criado por ela.

Sobre a BDB Cultural

A iniciativa BDB Cultural foi criada em um termo de colaboração por meio da Secretaria Especial de Cultura, do Ministério do Turismo, em parceria com a Biblioteca Demonstrativa do Brasil Maria da Conceição Moreira Salles (BDB), com a organização social Voar Arte para a Infância e Juventude para a criação de uma programação cultural para a BDB. A agenda que o projeto executará na BDB segue até dezembro de 2022.

“Com a BDB Cultural, vamos continuar realizando uma programação cultural que possa servir de referência a outras bibliotecas do país, visando inspirar esses espaços tão importantes para o livro, a leitura, enfim para a cultura e a cidadania como um todo”, diz o coordenador-geral da BDB Cultural, Marcos Linhares.

Para saber mais sobre os próximos cursos e eventos oferecidos, acompanhe as novidades da BDB Cultural nos canais do Youtube (https://www.youtube.com/c/BDBCultural e https://www.youtube.com/channel/UCrihUSEEcIEf_0FZteCU8Gw), no Facebook (https://www.facebook.com/bdbcultural e https://www.facebook.com/BDBCultural-101686659278449), Instagram (https://www.instagram.com/bdbcultural/ e https://www.instagram.com/bdb.cultural) e no site www.bdbcultural.com.br da iniciativa.

Sobre os diretores

Alexandre Eulalio foi um escritor e intelectual brasileiro. Mais conhecido por seus trabalhos com a palavra, era um artista multifacetado. Atuou na literatura, crítica, pintura, arquitetura, música, teatro e cinema. Neste último, participou de produções do Instituo de Cinema Nacional, no qual chegou a assinar a direção de alguns documentários curtos, como é o caso da produção que será exibida na BDB Cultual.

Fernando Coni Campos foi um escritor e cineasta brasileiro. Assinou vários curtas-metragens documentais entre os anos 1960 e 1980. Realizou sete longas de ficção como diretor e roteirista. Em 1968, obteve o Prêmio Leopardo de Prata do Festival Internacional de Cinema de Locarno com o filme "Viagem ao fim do Mundo." Em 1983, seu filme "O Mágico e o delegado" foi aclamado no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro levando os principais prêmios.

Serviço:

BDB Cultural – Novembro de 2022

“Cine BDB” em sessão dupla com os curtas "Memória da Independência - Exposição piloto” (1972) e “O Brasil de Pedro a Pedro" (1972).

18/11, sexta-feira, às 13h- Transmissão no auditório da BDB (506/507 Sul).

Outras informações:

Facebook.com/bdbcultural

Instagram - @bdbcultural

19 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page