Buscar
  • BDB Cultural

BDB Cultural passará a ter atividades presenciais

Atualizado: 6 de jul.

• Edifício da Biblioteca Demonstrativa do Brasil abrirá as portas ao público geral com uma exposição das coloridas obras de Anoushe Duarte

• Será a primeira vez desde a reforma-geral do edifício em que serviços presenciais como salas de estudo e consultas bibliográficas serão reabertas



FOTO: Fachada da BDB - Gustavo Cordeiro/BDB Cultural


A programação da BDB Cultural em julho de 2022 contará com uma novidade há muito aguardada: a abertura do edifício da Biblioteca Demonstrativa do Brasil Maria da Conceição Moreira Salles (BDB) ao público já nesta segunda-feira, dia 04 de julho, permitirá a retomada das atividades da iniciativa presencialmente.


Sediada em Brasília, 506 Sul, a biblioteca não tem atividades voltadas ao público geral desde as reformas que reestruturam seu espaço. Para os velhos frequentadores, será como ingressar a uma biblioteca totalmente nova com salas de estudo, espaço gourmet e muito mais. A programação já começa ocupando a galeria de arte do prédio com os coloridos quadros da artista Anoushe Duarte.


Com horário de funcionamento das 08h às 18h, para os serviços ao público em geral e, até às 21h, para a programação cultural, a BDB já contará com a maioria dos serviços e já estará habilitada para os usuários. Estarão disponíveis as salas de estudo coletivas e individuais, os computadores para consulta bibliográfica e também para acesso à internet e, claro, a realização de atividades da BDB Cultural, iniciativa responsável pela gestão da programação.


A abertura ao público também terá a retomada da possibilidade de consultar as obras do acervo da BDB e de acesso ao escritório de direitos autorais para registros de obras literárias, mas isso só com agendamento prévio que deve ser feito pelos telefones: (61) 2024-2559/2610.


"A partir da abertura na segunda-feira, o leitor encontrará um lugar renovado e climatizado para realização dos estudos e acompanhar tudo o que acontece culturalmente na BDB”, afirma Sebastião Lima Filho, coordenador da BDB. “Para todos nós é uma emoção inenarrável devolver este equipamento de cultura e educação para o Brasil”, diz.

A abertura ao público vista de dentro

Antes da reabertura nesta segunda-feira, no domingo, dia 03, serão exibidos nas redes sociais da BDB Cultural, os discursos do evento que marca esse virar de página da instituição e que permitirão ao público entender melhor os passos que levaram à retomada do presencial e o sentimento de quem trabalha dentro da BDB de poder voltar a receber os leitores.


Estão previstas falas de Sebastião Lima Filho, Coordenador da BDB; Marcelo Gonzaga de Oliveira, Diretor do Departamento do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB) do Ministério do Turismo; e de Rafael Nogueira Alves Tavares da Silva, Secretário Nacional da Economia Criativa e Diversidade Cultural do Ministério do Turismo.


“Receber o leitor, o usuário da biblioteca é o ápice de todo esforço desprendido, embora, ressaltamos que desde reforma, a biblioteca vem prestando serviços, incluindo doação de livros para que não se perdessem por desuso, atividades culturais de do Escritório de Direito Autoral de maneira remota.... Enfim, sempre estivemos a serviço dos nossos usuários. E agora, os queremos aqui nesta nova casa, nesta nova biblioteca, nesta nova BDB”, completa Sebastião Lima Filho.

A BDB Cultural vai para o presencial

As atividades da BDB Cultural, com a abertura para o público do edifício da BDB, passarão a ser realizadas dentro do auditório da biblioteca. Pensando no público de outros estados que alcançamos durante os meses de pandemia, porém, elas seguirão de maneira híbrida, contando com transmissões posteriores em nossas redes sociais.

A programação completa do mês será enviada nos próximos dias para que o público possa se agendar previamente. Todas as atividades, como sempre, terão suas informações detalhadas divulgadas no blog da programação da BDB Cultural: https://www.bdbcultural.com.br/blog

É importante ressaltar que as atividades artísticas da programação contam com interpretação em Libras — excluídas, portanto, as oficinas e mesas de debate.

Exposição de Anoushe Duarte

A abertura ao público na BDB já contará com a primeira atividade presencial da BDB Cultural: uma exposição das obras da artista plástica Anoushe Duarte que ocupará a galeria da biblioteca pelos próximos dois meses. Os quadros da artista apresentam um colorido intenso e traços simples que evocam a imaginação das crianças. “Minha arte tenta resgatar um pouco da alegria e da ingenuidade infantil que está aprisionada em cada um de nós”, afirma a artista.

As obras que serão expostas na galeria da BDB integram a mostra “Mundo Ingênuo”, série em que ela vem trabalhando desde 2021. A visitação fica aberta no mesmo horário de funcionamento previsto para a biblioteca, de 8h às 18h, com extensão para as 21h de acordo com agenda da programação cultural da BDB.

As criações de Anoushe se encontram com o estilo naif de arte, palavra em francês que remete à ingenuidade e que é muito usada para descrever a estética voltada ao estilo livro e colorido. A artista já foi premiada com em mostras culturais na Suiça e na França e participou de circuitos de arte na Itália, Áustria e Eslováquia.

“É uma honra participar deste novo momento da BDB. Ela fez parte da minha infância. Eu fui criada na 707, então esse local foi praticamente a minha segunda casa. Um espaço lúdico onde eu lia livros, estudava e confraternizava com outras crianças. Só tenho a agradecer a vocês”, revela Anoushe.

Sobre a BDB Cultural

A iniciativa BDB Cultural foi criada em um termo de colaboração pelo governo federal, por meio da Secretaria Especial de Cultura, do Ministério do Turismo, em parceria com a Biblioteca Demonstrativa do Brasil Maria da Conceição Moreira Salles (BDB), com a organização social Voar Arte para a Infância e Juventude para a criação de uma programação cultural para a BDB. A agenda que o projeto executará na BDB segue até dezembro de 2022.

“Com a BDB Cultural, vamos continuar realizando uma programação cultural que possa servir de referência a outras bibliotecas do país, visando inspirar esses espaços tão importantes para o livro, a leitura, a literatura, enfim para a cultura e a cidadania como um todo”, diz o coordenador-geral da BDB Cultural, Marcos Linhares.

Para saber mais sobre os próximos cursos e eventos oferecidos, acompanhe as novidades da BDB Cultural no Youtube (https://www.youtube.com/c/BDBCultural), no Facebook (https://www.facebook.com/bdbcultural), Instagram (https://www.instagram.com/bdbcultural/) e no site www.bdbcultural.com.br da iniciativa.


0 visualização0 comentário